terça-feira, 4 de junho de 2013

Unexpected Isn't Impossible - Capitulo 1

" This love, will be the death for me, but i know, i'll dye happily " Come and Get It - Selena Gomez


POV MARIANA

               Sangue escorria pelos meus olhos, toquei minha testa e percebi que a carne estava com um aspecto triturado.
 - BigMama? - Perguntei a espera de uma resposta, BigMama era como eu chamava minha avó - BigMama! - gritei desesperada.
 - Daddy? - era como eu chamava o meu avô, gostava de pensar que eu teria um pai bom - Vô, vô.
 Ouvi um gemido e fui correndo até o local onde ele me indicava.
 - Daddy você está bem? - falei tentando limpar o sangue que escorria por meus olhos.
 - Mariana - falou com sua típica voz rouca, porém dez vezes pior agora - cuide de Alice.
 -O que? Mas Daddy, tudo vai ficar bem não é? - fui respondida apenas por um sorriso - eu te amo. 
 - Eu também te amo minha filha - sua voz quase não saia mais - e mais uma coisa...
                Ele foi interrompido por um choro ensurdecedor a apenas sete metros dali, corri os sete metros me deparando com a horrível cena do corpo mutilado e estraçalhado de minha avó.
 - BIGMAMA! - gritei em pânico, tentei correr para longe atrás do choro.
                Eu conheço esse choro como ninguém, é o choro de Alice. Eu corria e corria cada vez mais, porém parecia que eu não saia do lugar, e o corpo de minha avó vinha na minha mente cada vez mais. 
 - Alice - dei um ultimo suspiro que me restava, pois estava tonta pela quantidade de sangue perdido. 
           A localizei sentada em sua cadeirinha do carro, que agora estava rachada na lateral esquerda e de cabeça para baixo. Tentei correr em sua direção, porém tropecei, e quando levantei fui tomada por luzes de sirenes que tocavam inúmeras vezes em ritmos diferentes, e quando eu corria até Alice, homens fortes com roupas de médicos me seguravam e me afastavam de minha irmãzinha, o choro ficava cada vez mais alto até que acordei.
             Percebi que tudo era um sonho - um sonho que me atormentava com lembranças do passado - olhei para o teto com os olhos embaçados. Meu quarto. Meu típico e sem graça quarto, olhei para o lado e Alice estava segura em sua cama branca e macia ao contrario da minha que estava "arrumada" com lençóis velhos, e com um aspecto deformado por causa dos inúmeros buracos no colchão, mas isso é o que menos importa penso comigo mesma, Alice está a salvo.
                O quarto estava silencioso, a não ser pelo meu velho despertador - já que meu pai não queria comprar um novo - o tirei da tomada e fui acordar Alice. Temos escola hoje. 
 - Alice? - a sacudi de leve - Alice meu anjo - falei depositando um beijo em sua testa.
 - Mari? - ela falou com sua voz suave de criança - bom dia - me deu um beijo na bochecha e deu um dos seus maiores sorrisos.

 Vesti-me com o uniforme do colégio publico - calça jeans e uma blusa igual para todos - e vesti Alice com uma roupa normal - pois ela ainda era do Infantil -. Fomos até a cozinha e pegamos algumas frutas e fomos até o ponto de ônibus.

----------------
Geeeeeente, o primeiro cap *O* 
to emocionada dms.
Demorou mas saiu eu sei D: 
mas enfim, é isso :)
bjs, Nara.